MARDUB

Capa: Marília Lins

  • Bandcamp - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Preto Ícone Spotify

Nesta sexta (07/08) chega nas plataformas de streaming o primeiro single de um novo projeto musical da cidade de Natal/RN, o Mardub, que lança a faixa ''Dos Artistas Dub'' e já aproveita para divulgar a capa de sua primeira coletânea e o título das nove músicas que compõe o material, com lançamento previsto para Outubro de 2020. 

 

Escute o Mardub no BANDCAMP e colabore com o projeto, lá você pode fazer download do single pelo valor que quiser. 

O Mardub é encabeçado pelos produtores Walter Nazário, Pedras e Henrique Lopes, que já estiveram juntos nos grupos Igapó de Almas e Esquizophanque, além de contribuírem de diferentes maneiras com diversos artistas da cena musical potiguar. O projeto também conta com a colaboração do baterista Renan Amantéa e do produtor musical Dante Augusto, responsável por alguns sintetizadores. O lançamento é pelo selo Rizomarte Records.

Cada música da coletânea Vol.1 leva o nome de uma praia da costa leste do RN, sugerindo uma expedição imaginária pelas águas do litoral potiguar. Daí porque Marília Lins trouxe a imagem do elefante para a capa, uma vez que o mapa do Estado é muito semelhante ao contorno do mamífero gigante. A dica é ouvir o single ''Dos Artistas Dub'' e contemplar a capa durante a audição: eis um bom caminho para se deixar levar pela fusão imagem/som e captar a essência do projeto! Se há um senso de narrativa evidente ao longo dos nove minutos da música, esta não se dá através de um esquema linear. Cada detalhe é um convite para mergulhar em climas, timbres e sensações sutis, sem apego a fórmulas, tudo guiado pela atmosfera de um dub banhado pelas ondas do mar.  

Sobre a coletânea Vol.1: 

O clima de coletânea se deve ao fato do Mardub ser uma experiência que se desenrolou ao longo do tempo, sem nenhuma pretensão de transformar-se em banda ou projeto principal dos músicos envolvidos. É antes um laboratório de sons, marcado pelo encontro entre passado e presente. O material bruto foi composto em 2015 na Vila de Ponta Negra, durante um ''internato'' de criação coletiva que durou vários dias. Na época a prioridade era o processo de criação dos álbuns ''Laborioso Vinho'' do Igapó de Almas e ''Trio Elétrico Fantasma'' do Esquizophanque. Entre um intervalo e outro, foram surgindo as gravações presentes nessa coletânea, entre longos takes de bateria e jam sessions. Transitando entre universos musicais distintos, coube ao Mardub ecoar em sua sonoridade a ''influência eletrônica jamaicana'' aliada ao delírio tropical da esquina do continente. 

 

Essas gravações ficaram arquivadas por vários anos e só foram retomadas no início de 2020, com encontros semanais entre Walter, Pedras e Henrique. Com o regime de quarentena causado pela pandemia de COVID-19, a finalização das músicas vem acontecendo de modo remoto, valendo-se da tecnologia disponível para trabalhar a distância em cada faixa. Em Outubro o material completo será lançado. 

© Rizomarte Records. Todos os direitos reservados

  • White Instagram Icon