© Rizomarte Records. Todos os direitos reservados

Please reload

Posts Recentes

O bregawave de Luísa e os Alquimistas: assista ao vídeo de Furtacor, novo single do grupo

August 21, 2019

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

Dega lança ''Cor da Pele'': canção manifesto anuncia primeiro álbum da banda

August 30, 2019

 Capa por nav.noar

 

Acaba de ser lançada a música ''Cor da Pele'' (feat. VikOS), single do primeiro álbum da banda Dega ( escute aqui ) 

 

Dega é uma banda de Reggae, formada no cenário da musica alternativa potiguar em outubro de 2018. Ao longo dessa jornada  a banda vem criando sua identidade e agregando várias pessoas ao redor de seu trabalho. O grupo surgiu com a proposta de utilizar-se da musica como forma de resistência, denuncia e elevação espiritual, carregando em seu DNA a essência da musica jamaicana e conectando estes elementos com a cultura nordestina. Em suas canções a banda que fala do cotidiano vivenciado pelos músicos nos bairros  da cidade de Natal/RN, com olhar sempre atento aos problemas políticos e sociais do presente e as respectivas formas de resistência que não cessam de existir. Dia 20/09 Setembro a Dega lançará seu primeiro álbum, intitulado ''Sociedade Pós-Verdade'' aqui pelo selo Rizomarte Records. 

 

 Foto por nav.noar 

 

Se liga na poética afiada de Mista Cafu, compositor de ''Cor da Pele'': 

 

"A noite é escura, meu chapa 

É por isso que eu me identifico 

Reflete a cor da minha pele 

Eu grito: foda-se o fascismo

Que eu não vou me degradar

Apenas para te agradar 

Eu vim para incomodar 

Tomar o poder e buscar meu lugar

 

Como um faraós negros

Na margem do rio Nilo

Mostrando a história dos pretos

Que dominaram o Egito antigo

Como zumbi eu vivo 

Em busca da resistência 

Mantendo o respeito dos meus 

No dia a dia, na sobrevivência 

Eu falei...

Natal - terra sem lei

Mais de mil mortes por ano

A polícia é a quem mais mata 

Me diga quem morre 

É o preto ou o branco?

A resposta é clara ou escura?

Depende do seu preconceito 

Agora uma coisa é certa

Na guerra civil quem morre é os pretos.

 

A noite é escura, meu chapa 

É por isso que eu me identifico 

Reflete a cor da minha pele 

Eu grito: foda-se o fascismo

Que eu não vou me degradar

Apenas para te agradar 

Eu vim para incomodar 

Tomar o poder e buscar meu lugar

 

Preto, preto, sou preto

Salve Abdias Nascimento 

Carolina de Jesus 

Por vocês eu represento 

Rafael Braga é a cara do meu povo

Que vive atrás da jaula

Ou sendo escravo de um branco escroto 

Mas minha Pele é muito mais 

É sangue de Zumbi

Sou herdeiro de Dandara 

Filho de Neide

Sou o eterno Sabotage

Compromisso e não viagem

Da licença, chapa

Que os pretos pedem passagem

 

Ficha Técnica: 

 

Gravado em Março e Abril de 2019 no Black Hole Studio

Mixado e Masterizado em Julho e Agosto de 2019 no Estúdio Quarto de Hermes

Produção e arranjos João Felipe Santiago

Letra Mista Cafu

 

Dega é: 

- Duda Ribeiro: Voz

- João Felipe Santiago: Guitarras, programação e voz

- Mista Cafu: Voz

- Rob Lima: Baixo
 

Participação:

 

- Beat e programações: Vikos

- Coro "Presente": Alex Duarte, Lua Paola, Pretta, Selena Dantas e Thiago Oliveira.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga